OK We use cookies to enhance your visit to our site and to bring you advertisements that might interest you. Read our Privacy and Cookies policies to find out more.

News Brazil

Em um novo estudo, pesquisadores estudarão as bactérias orais que podem contribuir para o desenvolvimento de doença cardíaca infecciosa. (Foto: toeytoey/Shutterstock)
0 Comments Mar 7, 2017 | News Brazil

Pesquisadores investigam bactéria oral como possível causa de endocardite infecciosa

Post a comment by Dental Tribune International

BUFFALO, N.Y., EUA: No final do ano passado, pesquisadores da Escola de Odontologia da Universidade de Buffalo School anunciaram que tinham recebido uma subvenção de US$ 239.000 do National Institute of Dental and Craniofacial Research para estudar os mecanismos do Streptococcus gordonii. A bactéria é uma parte normal do microbioma oral. No entanto, é suspeita de provocar a formação de coágulos no sangue e disparo de endocardite com risco de vida uma vez que tenha entrado na corrente sanguínea através de sangramento gengival.

A investigação será efetuada por uma equipe do laboratório liderada pelo Dr. Jason Kay, professor assistente do Departamento de Biologia Oral, que se especializa no estudo de fagócitos que têm a capacidade de ingerir e por vezes digerir, partículas estranhas, tais como bactérias.

"Nossos glóbulos brancos têm um número de formas de destruição dos micróbios invasores, mas de alguma forma essas bactérias conseguem escapar, por vezes sobreviver no interior das células que tentam matá-las. Como isso ocorre não é entendido", disse Kay. "Uma vez que compreendemos como esta sobrevida ocorre, o conhecimento nos permitirá desenvolver tratamentos que impedem normalmente boas bactérias de irem mau".

A hipótese da equipe de Kay é de que a S. gordonii sobrevive dentro do fagócitos por resistir de mecanismos de matar a célula, em parte devido a certas predisposições genéticas. Portanto, o estudo terá por objetivo a identificação de genes que podem aumentar a sobrevivência de bactérias no interior dos glóbulos brancos desligando genes específicos dentro dos micróbios e monitorando as interações.

Além disso, os pesquisadores irão analisar se fagócitos são modificados ou danificados durante o processo de abate e a forma como o processo de maturação de glóbulos brancos, afeta a sua capacidade de destruir as bactérias.

A compreensão dessas interações irá ajudar os médicos a melhor prevenir uma das causas da endocardite infecciosa e finalmente levar a novos tratamentos para a doença.

Related Content
Post a comment Print  |  Send to a friend
0 Comments
Join the Discussion
All comments are subject to approval before appearing. Submit Comment