OK We use cookies to enhance your visit to our site and to bring you advertisements that might interest you. Read our Privacy and Cookies policies to find out more.

News Brazil

Novas descobertas a partir de um estudo em Singapura sugerem que crianças com dermatite atópica podem estar em um maior risco de desenvolvimento de cáries quando crescidas. (Foto: Luca Lorenzelli/Shutterstock)
0 Comments Mar 8, 2017 | News Brazil

Crianças com dermatite atópica têm maior risco de cárie mais tarde na vida

Post a comment by Dental Tribune International

SINGAPURA: Uma nova pesquisa da Universidade Nacional de Singapura (NUS) e do Singapure Institute for Clinical Sciences of the Agency for Science, Technology and Researches sugeriu um link entre duas doenças comuns da infância: dermatite atópica e cárie dentária. No estudo, lactentes que apresentavam sintomas da condição de pele e eram sensíveis a alérgenos comuns eram três vezes mais propensos a desenvolver cáries em 2 e 3 anos de idade em comparação com crianças sem a inflamação da pele.

Dermatite atópica, também conhecida como eczema atópico, é uma forma crônica, recidivante da doença cutânea inflamatória que é caracterizada por sintomas como coceira, vermelhidão, inchaço ou rachadura na pele e erupção. Ao longo dos últimos anos, a condição tem aumentado e afeta aproximadamente 15 a 30 por cento das crianças nos países desenvolvidos de hoje. Em relação a cárie dentária, um estudo da 2009 NUS Faculty of Dentistry verificou que quatro em cada dez crianças em idade pré-escolar em Cingapura sofreu de alguma forma.

No estudo atual, que foi parte do programa Growing Up in Singapore Towards Healthy Outcomes, os pesquisadores entrevistaram cerca de 500 pais durante o primeiro ano de seu filho, em três, seis e doze meses, respectivamente, para identificar lactentes com eczema. As crianças cujas mães relataram como tendo a condição da pele foram dadas prick testes para avaliar a sua sensibilidade aos alérgenos comuns.

Os resultados mostraram que as crianças que tiveram eczema e foram positivos para alérgenos comuns apresentaram 3,29 vezes e 3,09 vezes mais chance de cáries quando eles tiverem de 2 a 3 anos de idade, respectivamente, em comparação com crianças sem a dermatite.

"Nossas mais recentes conclusões darão aos pais e cuidadores de bebês com eczema, alerta precoce de risco aumentado de desenvolvimento de cáries em lactentes", o pesquisador da NUS Dr. Stephen Hsu disse ao Strait Times. "Check-ups odontológicos regulares podem então ser feitos para ajudar a minimizar a incidência de cárie nessas crianças".

De acordo com a equipe de pesquisa é a primeira vez que uma ligação entre ambas as condições foi descoberta. Um possível mecanismo atrás da ligação pode acarretar defeitos estruturais que ocorrem durante o desenvolvimento do tecido no útero. No entanto, a fim de confirmar o mecanismo biológico subjacente relacionado, os pesquisadores estão agora procedendo a mais análises genéticas.

O estudo intitulado "Dermatite atópica e cárie precoce na infância: Resultados do estudo GUSTO", foi publicado online em 22 de janeiro no Journal of Allergy and Clinical Immunology.

Related Content
Post a comment Print  |  Send to a friend
0 Comments
Join the Discussion
All comments are subject to approval before appearing. Submit Comment