OK We use cookies to enhance your visit to our site and to bring you advertisements that might interest you. Read our Privacy and Cookies policies to find out more.

News Brazil

Estima-se que 108 milhões de americanos não têm seguro odontológico. (Fotografias: kiatipol2426/Shutterstock (esquerda); Lorene Kline/Universidade de Michigan (direita))
0 Comments Sep 5, 2017 | News Brazil

Programa Dental oferece exames gratuitos em troca de serviços comunitários

Post a comment by Dental Tribune International

ANN ARBOR, Michigan, EUA: A maioria dos residentes e dentistas que participaram de um programa de Michigan que ofereceu cuidados de saúde dentária prestados gratuitamente em troca de trabalho voluntário disse que eles tiveram beneficios com isso e a maioria dos pacientes consideraram que a sua saúde oral tinha melhorado. O programa Care Free Pay It Forward ofereceu aos adultos participantes $25 em serviços de odontologia para cada hora de trabalho voluntário que contribuíram para a sua comunidade local.

O Care Free Pay It Forward foi uma parceria entre o Care Free Medical, uma organização sem fins lucrativos fornecendo serviços médicos gratuitos para moradores de baixa renda, e o Central District Dental Society of Michigan. Lorene Kline sondou pacientes participantes e prestadores de serviços como parte da sua tese de mestrado na University of Michigan School of Dentistry. Cerca de 80 por cento dos 27 pacientes que responderam à pesquisa disseram que gostaram do programa e que recomendariam.

Os requisitos de elegibilidade foram bastante estreitos. O Pay It Forward foi especificamente orientado para adultos de baixa renda que cairam abaixo de 250 por cento do nível de pobreza e não se qualificaram para o programa de saúde social Medicaid. Uma vez inscritos, os pacientes tiveram uma 1 hora de aula de educação em saúde oral e doadas 4 horas de trabalho voluntário, escolhendo a partir de uma lista de 80 organizações sem fins lucrativos. Nos achados da sua investigação, Kline declarou que cerca de setenta por cento dos pacientes estavam com dor quando entraram no programa.

Especificamente, um terço dos participantes sentiram que os seus dentes e gengivas limitavam o tipo ou quantidade de alimentos que comiam; 38 por cento afirmaram que causava desconforto, e se preocupavam, e afetavam a sua vida em todos os aspectos; e 40 por cento afirmaram que os fez sentir desconfortáveis quando comiam na frente de outros.

"O programa não foi projetado para grandes trabalhos reparadores, como coroas e pontes. A maioria dos pacientes recebeu limpezas preventivas, exames, extrações e restaurações simples, embora alguns dentistas escolhessem fornecer um trabalho mais extenso ", disse Kline. Em média, os pacientes se voluntariaram 33 horas e receberam mais de US$ 1.150 em tratamento numa economia total de US$ 43,815. Os números reais variaram amplamente baseados em serviços necessários, variando de US$ 195 a US$ 5.056.

Dos dentistas, sete dos nove que responderam à pesquisa avaliaram o programa favoravelmente sob todos os aspectos. Dois dentistas disseram que não acharam o voluntariado para o programa gratificante e expressaram problemas com as atividades de voluntariado, e disseram que a qualidade do cuidado não foi suficientemente abrangente. Kline salientou que o programa foi apenas um instrumento entre muitos para ajudar a cumprir a grande necessidade não atendida de baixo custo ou os cuidados odontológicos gratuitos, e não uma panaceia.

O estudo intitulado "Cuidado odontológico sem custo em troca de horas de serviço comunitário: Participação dos pacientes e as respostas dos dentistas," foi publicado na edição de junho do Journal of the Michigan Dental Association.

Post a comment Print  |  Send to a friend
0 Comments
Join the Discussion
All comments are subject to approval before appearing. Submit Comment